30 junho 2010

De Passagem


O carro passa, o vento passa,
a folha passa, a paisagem passa e ela fica.
O beijo passa, o abraço passa,
o carinho passa, o jeito passa e
a saudade fica.

O olhar fica, o sorriso fica,
a voz fica e o medo passa.
Mas tudo volta e me engana,
com uma distância, uma inconstância
e tudo fica e ela passa.

E eu desisto, mas isso passa.
Eu volto tolo, com sorriso bobo,
um olhar perdido,
uma imaginação qualquer de qualquer coisa que nem vivemos
e ela fica.

Eu espero, pois ainda quero
e antes que isso passe eu tento,
mas até tentar cansa e tudo volta ao início,
ela sem qualquer resposta,
eu sem qualquer certeza
e tudo passando bem devagar.

(Thiago Pacheco)

2 comentários:

Rebeca disse...

eu, vc e todos os encontros casuais, os ais e hão de ser.
e até esse pra sempre, sempre e sempre tudo passa.
M. Camelo.

Jhuliana disse...

thiiiiiiii, participo de outras redes, e sou apaixonada pelo facebook,]mas esse universo aqui fez parte de uma parte significante de minha vida, consegui várias coisas atraves de blog's, eu to otima, um pouco de problemas nos relaciomentos como sempre, mas enfim, vc assim como o blog fez parte de uma parte boa de um tempo bom da minha vida, peça importante no meu passado, a falta é reciproca. me conte de vc